Conferência 2017

Click here for English

Inscrições ABERTAS.

Contatos via eventos@metricas.com.br.

Data: 29 de novembro de 2017

Horário: 08:30 às 18:00

Local: Blue Tree Premium Morumbi
Av. Roque Petroni Junior, 1000, Brooklin Novo – São Paulo – SP – 04707-000 (em frente ao Shopping Morumbi e a 20 minutos do Aeroporto de Congonhas)
Tel.: +55 (11) 5187-1200
e-mail: reservas.morumbi@bluetree.com.br

Tradução Simultânea: Haverá tradução simultânea inglês-português/português-inglês durante todo o evento.

Alimentação: O evento inclui dois coffee-breaks. Não inclui almoço.

Preço da Conferência: R$ 1.050,00 para pagamento até 29/09/2017, R$ 1.250,00 para pagamento até 28/11/2017 e R$ 1.400,00 para pagamento a partir de 29/11/2017 (opção disponível apenas para organizações governamentais). Parcelamento sem juros em até 3 vezes, exclusivamente nos cartões Mastercard e Visa (opção disponível apenas para pessoas físicas).

Profissionais CFPS: Este evento foi autorizado pelo IFPUG para fins de  extensão da certificação CFPS. A participação no evento dará direito à extensão de um ano na certificação, desde que o interessado cumpra os demais requisitos definidos pelo IFPUG. Por gentileza consultem CFPS Certification Extension Program para os detalhes do Programa de Extensão da Certificação CFPS.


Palestrantes:

O Keynote Speaker Tom Cagley é Vice-Presidente de Consultoria da empresa The PREMIOS Group. É uma autoridade na condução de organizações na melhoria contínua do processo. Suas áreas de especialização abrangem experiência gerencial em uma ampla variedade de métodos e métricas: Desenvolvimento Lean de Software, Desenvolvimento Ágil de Software, integração da qualidade, garantia de qualidade e aplicação do  Capability Maturity Model® Integration (CMMI)  do Software Engineering Institute na obtenção de melhorias no processo. O Sr. Cagley é um membro ativo do International Function Point Users Group (IFPUG), atualmente servindo como Presidente Emérito (a partir de 01 de novembro de 2017) e possuindo o título de  Certified Function Point Specialist – Especialista Certificado em Pontos de Função. Também é o editor do Software Process and Measurement Podcast – SPaMCAST (www.spamcast.libsyn.com), publicando blog em tcagley.wordpress.com. Pode ser contatado no e-mail t.cagley@premiosgroup.com.

Keynote: Ágil – Liderança Requerida – Há quatro conceitos de liderança que podem duplicar as chances da sua transformação ágil ser efetiva e permanecer assim!  Tais conceitos não são novos, mas requerem um grau de paixão e propósito constante que faltam frequentemente.  A ideia de um propósito constante foi o primeiro ponto nos 14 pontos para a gerência de W. Edward Deming (Out of The Crisis – 1982 MIT Press) que reescreveram a filosofia de gerência e liderança em todo o mundo. A filosofia de Deming forma a pedra fundamental da revolução Ágil e Lean na qual estamos imersos atualmente, assim só poderemos ignorar Deming colocando-nos em risco. ‘Ágil’ entrega grandes benefícios, mas os mesmos requerem liderança e visão a fim de prover motivação e um propósito constante. As quatro pedras fundamentais que definem a liderança ágil são: (1) Foco no comportamento; (2) Nível de exigência alto; (3) Desenvolvimento da autoconsciência, e; (4) Implantação da medição.

Apresentação: Pontos de Função e Pokémon Go – Você precisa contar todos eles… Contar Pontos de Função a partir de Estórias de Usuário e MAIS! O jogo Pokémon Go varreu o mundo, combinando jogos de ação individuais e coletivos, realidade aumentada,  smartphones e couro de sapato – e a maior parte dessas coisas é contável utilizando pontos de função do IFPUG (o couro de sapato fica fora da fronteira).


woodward-pictue2012Steven Woodward é o CEO da Cloud Perspectives, localizada em Ottawa, Ontario, Canadá. Foi eleito em 2010 para a Diretoria do Grupo Internacional de Pontos de Função (International Function Point Users Group), tendo sido anteriormente líder do Comitê de Novos Ambientes (New Environments Committee), e agora integrante do Comitê ISO/IEC (ISO/IEC Committee) do IFPUG. É membro do grupo de arquitetura de referência do Instituto Nacional de Padrões de Tecnologia (National Institute of Standards for Technology – NIST), vinculado ao Departamento de Comércio dos EUA, liderando o subgrupo “cloud carrier“. É um especialista da União Internacional de Telecomunicação (International Telecommunication Union – ITU), ajudando a definir e alinhar, em conjunto com as Nações Unidas, a computação na nuvem aos modelos de telecomunicações. É um dos líderes de conhecimento no Conselho de Padrões de Nuvem dos Clientes (Cloud Standards Customer Council) do Grupo de Gerenciamento de Objetos (Object Management Group – OMG), associado ao TM Forum e um ativo contribuidor em outras comunidades de TIC. É atualmente Diretor do Conselho de Padrões de Nuvem do Canadá (Canadian Cloud Standards Council) e da Aliança de Segurança na Nuvem – Capítulo Canadense (Cloud Security Alliance – Canadian Chapter). Steven também escreveu o capítulo “Utilizando Métricas para Gerenciar Projetos de Maneira Mais Eficiente” (Using Project Metrics to More Efficiently Manage Projects) no livro de 2002 publicado pela Addison-Wesley, “Medição de TI, Conselhos Práticos dos Especialistas” (IT Measurement – Practical Advice from the Experts). Também escreveu o capítulo “Medição de Soluções de Computação na Nuvem” (Cloud Computing Solution Measurement), publicado na primavera de 2012 pela CRC Press como parte do “Guia do IFPUG para Medição de TI e Software” (The IFPUG Guide to IT and Software Measurement). Além disso, Steve escreveu e contribuiu diretamente na elaboração de guias internacionais e canadenses de práticas e padrões de nuvem. Continua a inovar e demonstrar o valor das estruturas (frameworks) de análise funcional nesta economia global complexa, ágil e inovadora.

Apresentação: Governança de DevOps Ágil no Amadurecimento para DevSysOps  – Sermos inovadores, incrementais e focados em valor não são ideias novas. Dito isto, os investidores, clientes e “stakeholders” precisam de processos de segurança e governança que satisfaçam suas necessidades e construam confiança.  Com as diversas falhas de segurança ocorridas no ano passado, a indústria está rapidamente se movimentando na direção de DevSecOps, a fim de garantir que práticas de segurança e governança sejam projetadas em conjunto com as soluções. Steven irá compartilhar exemplos e cenários, bem como reconhecidas estruturas (“frameworks”) para conformidade (“compliance”), que ajudarão a preencher os “gaps” existentes, principalmente na utilização de métodos ágeis.


Eugênio Negreiros é responsável pelo Centro de Orçamentos e Métricas da TI da Porto Seguro. Graduado em Tecnologia da Informação com ênfase em Gestão de Negócios pela FATEC, possui especialização em Gestão de TI pela USP. Tem trabalhado durante anos na melhoria continua de processos de TI com ênfase na definição e implantação de metodologias para desenvolvimento de sistemas e gerenciamento de projetos e qualidade. Atuando como facilitador, já ministrou treinamentos sobre engenharia de software, gestão de projetos e  métodos de estimativas. Atualmente, coordena a avaliação de desempenho e análises sobre indicadores de produtividade e qualidade na TI da  Porto Seguro, assim como estudos e institucionalização de novos modelos de métricas. É certificado Scrum Master, ITIL e COBIT.

Apresentação: Como descobrir o que afeta a produtividade dos projetos ágeis?

Em um cenário econômico cada vez mais competitivo, a busca pelo aumento de produtividade torna-se um dos principais desafios dos gestores de TI. Frequentemente ouvimos de nossos clientes que os projetos de TI são superdimensionados, dispendiosos e não atendem à velocidade desejada pela área de negócios.

Neste cenário, é de suma importância que as empresas possuam um processo de gestão de desempenho que permita analisar os indicadores de TI de forma integrada, descobrir os fatores que influenciam a produtividade dos projetos e definir ações efetivas para melhorar a performance das equipes. Nesta apresentação, vamos compartilhar o processo utilizado pela Porto Seguro para descobrir os fatores que impactam a produtividade dos seus projetos, percorrendo as dificuldades encontradas e os resultados obtidos.


Diana Baklizky é Vice-Presidente e Cientista-Chefe da TI Métricas em São Paulo, Brasil. É graduada em Matemática e possui MBA em Administração. Diana é CFPS (Certified Function Point Specialist), CSP (Certified SNAP Practitioner) , CCFL (COSMIC Certified – Foundation Level), Instrutora PSM (Practical Software & Systems Measurement) Qualificada e, também, certificada como SAFe 4.0 Agilist. Diana é integrante do IFPUG Functional Sizing Standards Committee e do COSMIC Measurement Practices Committee. Na TI Métricas, Diana é responsável pela qualidade dos entregáveis da empresa, assim como pela descoberta, avaliação e institucionalização de novas abordagens para a medição e estimativa de software. Já apoiou diversos clientes da TI Métricas no estabelecimento de modelos de estimativa e precificação, utilizando diversas técnicas reconhecidas.

Apresentação: Ágil e Pontos de Função Combinam! – Vamos compartilhar casos reais de medição em Pontos de Função no contexto dos métodos ágeis (escalado ou não); como nossos clientes vem se beneficiando com os resultados; o que mudou na postura do analista de métricas, o que foi medido, onde foram encontrados os insumos para medição, principais desafios enfrentados, lições aprendidas.


Evandro Avellar é Gerente Nacional na CAIXA, responsável pela condução de um Programa de implantação de Soluções SAP na CAIXA (Plataforma ERP e Agronegócio com produtos Core Banking SAP), um dos maiores projetos de implantação de ERP no Brasil, com participação de profissionais de várias partes do mundo. Empregado CAIXA há 19 anos, atuando nos últimos 10 anos na área de Tecnologia da Informação. Graduado em Matemática pela UFF, possui especialização em Criptografia e Segurança de Redes também pela UFF. Atualmente está diretamente envolvido na preparação de Referencial Técnico para contratação de Sustentação destas soluções SAP, utilizando APF para demandas de manutenção e melhorias.

Apresentação: Análise de Pontos de Função no Ambiente SAPO cenário mais comum de metrificação que encontramos nas contratações de Implementação de Projetos SAP e/ou na Sustentação de Soluções já implantadas é a utilização de homem-hora ou os conhecidos Catálogos de Serviços para objetos técnicos classificados como RICEFW objects (Reports, Interfaces, Conversion, Enhancements, Forms and Workflow). Estes Catálogos de Serviços normalmente são calibrados por complexidade de objetos técnicos. Isso significa que, utilizando o Catálogo de Serviços, uma solução simples que reutiliza elementos pré-existentes na solução SAP remunera menos que uma solução complexa que cria uma quantidade maior de objetos técnicos customizados, ignorando o reuso e entregando a mesma funcionalidade. Resolvemos enfrentar este problema nos aprofundando no mundo do desenvolvimento ABAP e acabamos descobrindo que ele não é tão misterioso como pensávamos. Ao utilizar uma plataforma de desenvolvimento (SAP Netweaver), com suporte a Orientação a Objetos, compatibilidades com chamadas OpenSQL, e outras características que colocam a programação ABAP em condições iguais a outras linguagens de programação, dizer que a tecnologia é incompatível com APF é dizer que outras tecnologias como Java e COBOL também não são compatíveis com APF.


Mauricio Aguiar é fundador e presidente da TI Métricas, uma das maiores empresas de medição de software do mundo. Especialista em medição de software com base em Estatística, Mauricio manteve várias posições no gerenciamento de software nas últimas décadas. Ministrou cursos em universidades brasileiras e foi um dos fundadores do Capítulo do PMI-Rio, em 1998. É formado em Engenharia pela Universidade Federal do Rio de Janeiro. Foi eleito Presidente do International Function Point Users Group (IFPUG) para 2005-2007, depois de servir na Diretoria do IFPUG desde 2000. Foi certificado como Function Point Specialist (CFPS) pelo IFPUG em 2000 e como Certified COSMIC Measurer/Foundation Level pela Organização COSMIC em 2012. Mauricio é, também, um Qualified PSM Instructor certificado pelo PSM Support Center do Exército Norte-Americano em 2002, tendo recebido o PSM Contribution Award em 2010 por suas contribuições para o desenvolvimento e transição do método.

Apresentação: Gerenciando Ágil em Escala por IFPUG, Nesma e COSMIC – É certo que os métodos Ágeis trouxeram grandes benefícios aos negócios, por meio da entrega mais rápida de software e melhor atendimento às necessidades evolutivas dos clientes. Contudo, a liberdade de auto-gerenciamento, concedida às equipes pelos processos Ágeis, tornou mais difícil a elaboração de orçamentos e a alocação ótima de recursos pelos níveis mais altos da gerência. Também ficou mais difícil o acompanhamento do progresso em relação aos valores orçados. O IFPUG colaborou com Nesma e COSMIC, na qualidade de provedores dos três principais métodos de dimensionamento de software padronizados pela ISO, para produzir o artigo brevemente discutido nesta apresentação.


Programa (ainda pode sofrer modificações)

Início Duração Fim Atividade
08:45 00:15 09:00 Abertura
      Mauricio Aguiar, TI Métricas / IFPUG, Tom Cagley, PREMIOS / IFPUG, Steve Woodward, Cloud Perspectives / IFPUG e Márcio Silveira, IFPUG
       
09:00 00:45 09:45 Ágil – Liderança Requerida
      Tom Cagley, PREMIOS / IFPUG
       
09:45 00:45 10:30 Governança de DevOps Ágil no Amadurecimento para DevSysOps
      Steven Woodward, Cloud Perspectives / IFPUG
       
10:30 00:30 11:00 Intervalo
       
11:00 00:45 11:45 Como Descobrir o Que Afeta a Produtividade dos Projetos Ágeis?
      Eugênio Negreiros, Porto Seguro
       
11:45 01:45 13:30 Almoço por Conta do Participante
       
13:30 00:45 14:15 Pontos de Função e Pokémon Go
      Tom Cagley, PREMIOS / IFPUG
       
14:15 00:45 15:00 Ágil e Pontos de Função Combinam!
      Diana Baklizky, TI Métricas / IFPUG
       
15:00 00:30 15:30 Intervalo
       
15:30 00:45 16:15 Análise de Pontos de Função no Ambiente SAP
      Evandro Avellar, CAIXA Econômica Federal
       
16:15 00:30 16:45 Gerenciando Ágil em Escala por IFPUG, Nesma e COSMIC
      Mauricio Aguiar, TI Métricas / IFPUG
       
16:45 01:00 17:45 Perguntas e Respostas
      Todos os Palestrantes
       
17:45 00:15 18:00 Encerramento
      Mauricio Aguiar, TI Métricas / IFPUG, Tom Cagley, PREMIOS / IFPUG, Steve Woodward, Cloud Perspectives / IFPUG e Márcio Silveira, IFPUG
     

Atualizações

Esta página será atualizada periodicamente até o evento. As informações aqui constantes poderão ser complementadas e/ou substituídas a qualquer tempo. No caso de qualquer mudança, os direitos de quem tiver se inscrito serão sempre respeitados. Caso o participante inscrito não concorde com alguma mudança, o valor pago será restituído, seguindo as regras do caso de cancelamento explicado abaixo.

Cancelamentos (por favor leia com atenção)

No caso de cancelamento do evento por iniciativa do participante, ou por motivo fora de nosso controle (por exemplo, impedimento por parte do instrutor) os organizadores do evento realizarão a devolução integral de quaisquer valores pagos, não cabendo nenhuma outra compensação neste caso. Os reembolsos devem ser solicitados pelo menos uma semana antes da conferência – até 22 de novembro de 2017. Não haverá devolução caso o participante compareça ao evento. A inscrição implica necessariamente na aceitação destas condições.


Evento Realizado por:

timetricas

Anúncios