Conferência 2016

metricas2016

Click here for English

Clique sobre o nome de uma palestra (abaixo) para fazer o respectivo download.

Para obter créditos para extensão da certificação CFPS: baixe as instruções apresentadas na conferência e o modelo de formulário.

Você também pode baixar o Software Benchmarking Guide apresentado na conferência.

Inscrições encerradas.

Contatos via eventos@metricas.com.br.

Data: 17 de novembro de 2016

Horário: 08:30 às 18:00

Local: Blue Tree Premium Morumbi
Av. Roque Petroni Junior, 1000, Brooklin Novo – São Paulo – SP – 04707-000 (em frente ao Shopping Morumbi e a 20 minutos do Aeroporto de Congonhas)
Tel.: +55 (11) 5187-1200
e-mail: reservas.morumbi@bluetree.com.br

Tradução Simultânea: Haverá tradução simultânea inglês-português/português-inglês durante todo o evento.

Alimentação: O evento inclui dois coffee-breaks. Não inclui almoço.

Preço da Conferência: R$ 1.050,00 para pagamento até 30/09/2016, R$ 1.250,00 para pagamento a partir de 01/10/2016. Parcelamento sem juros em até 3 vezes, exclusivamente nos cartões Mastercard e Visa.

Profissionais CFPS: Este evento foi autorizado pelo IFPUG para fins de  extensão da certificação CFPS. A participação no evento dará direito à extensão de um ano na certificação, desde que o interessado cumpra os demais requisitos definidos pelo IFPUG. Por gentileza consultem CFPS Certification Extension Program para os detalhes do Programa de Extensão da Certificação CFPS.


Palestrantes:

Cagley - DCGTom Cagley é o Vice-Presidente de Consultoria da empresa The David Consulting Group. É uma autoridade na condução de organizações na melhoria contínua do processo. Suas áreas de especialização abrangem experiência gerencial em uma ampla variedade de métodos e métricas: Desenvolvimento Lean de Software, Desenvolvimento Ágil de Software, integração da qualidade, garantia de qualidade e aplicação do  Capability Maturity Model® Integration (CMMI)  do Software Engineering Institute na obtenção de melhorias no processo. O Sr. Cagley é um membro ativo do International Function Point Users Group (IFPUG), atualmente servindo como Presidente e possuindo o título de  Certified Function Point Specialist – Especialista Certificado em Pontos de Função. Também é o editor do Software Process and Measurement Podcast – SPaMCAST (www.spamcast.libsyn.com), publicando blog em tcagley.wordpress.com. Pode ser contatado no e-mail t.cagley@davidconsultinggroup.com.

Apresentação de Tom: #NoFunctionPoints? #Não! – #NoEstimates e #NoProjects são memes vivos do ambiente ágil. Em um ambiente Ágil, onde os desenvolvedores estão descartando algumas das crenças mais fortes dos últimos cinquenta anos, serão os pontos de função ainda relevantes?  Será que #NoFunctionPoints vai se tornar, em breve, um grito presente na internet? Não! Continua importante medir o tamanho. As organizações precisam medir o tamanho para avaliar a quantidade de funcionalidade solicitada, negociar o pagamento e avaliar a quantidade de valor entregue.  Os conceitos ágeis tais como #NoEstimates e #NoProjects podem mudar quando medimos o tamanho, mas não invalidam a necessidade de contar pontos de função.


donaldreifer1

Donald J. Reifer é reconhecido como um dos líderes nas áreas de engenharia e gerenciamento de software, com mais de quarenta anos de experiência na indústria, governo e academia. Como Presidente de sua própria firma de consultoria. Mr. Reifer  atualmente aconselha operacionalmente os executivos na introdução de novas tecnologias de software, tais como ágil e lean. Sua ênfase está na medição, benchmarking e gerência utilizando números. Conhecido por sua habilidade prática na resolução de problemas de negócio, ele é frequentemente chamado pelos clientes para participar de equipes estratégicas ou recuperar projetos em dificuldades. Durante os últimos trinta anos, Reifer publicou mais de cem artigos e nove livros. Suas muitas premiações incluem: a Medalha do Secretário da Defesa por Serviço Público Notável (Secretary of Defense’s Medal for Outstanding Public Service), a Medalha da NASA por Serviço Excepcional (NASA Exceptional Service Medal), o Prêmio de Engenharia de Software do AIAA (AIAA Software Engineering Award), o Prêmio Frieman da ISPA (ISPA Frieman Award), o Prêmio de Serviço do DISA (DISA Service Award), filiação ao Who’s Who in the West e o Fellowship na Hughes Aircraft Company.

Apresentação de Reifer: Há Alguma Mágica Associada a Benchmarks de Software? – Esta apresentação fornecerá uma visão geral do processo de benchmarking, seguida pela descrição de doze lições associadas à preparação de benchmarks ao longo das duas últimas décadas, incluindo uma discussão sobre como utilizá-los de forma eficaz.   Como parte desta fala, Don comentará as descobertas sobre como os métodos ágeis se comparam àqueles dirigidos por planos, no contexto da medição da produtividade, custo e qualidade em uma amostra de aproximadamente 1.000 projetos concluídos, das área comercial e da defesa. Don também falará sobre quando e por que pode ser apropriado utilizar linhas de código juntamente com pontos de função como medidas de tamanho, especialmente ao lidar com novas tecnologias, tais como ágil, e ao realizar comparações com dados históricos. Os dados apresentados mostrarão um caso convincente a favor da migração para os métodos ágeis, ao nível do projeto e da corporação. A apresentação enfatizará o cuidado que deve ser tomado ao utilizar números para benchmarking, a fim de garantir que sejam relevantes, válidos e providos de significado. A apresentação será encerrada com o fornecimento de insights para aqueles envolvidos com projetos de Tecnologia da Informação (TI) no Brasil, para utilização no futuro.

woodward-pictue2012

Steven Woodward é o CEO da Cloud Perspectives, localizada em Ottawa, Ontario, Canadá. Foi eleito em 2010 para a Diretoria do Grupo Internacional de Pontos de Função (International Function Point Users Group), tendo sido anteriormente líder do Comitê de Novos Ambientes (New Environments Committee), e agora integrante do Comitê ISO/IEC (ISO/IEC Committee) do IFPUG. É membro do grupo de arquitetura de referência do Instituto Nacional de Padrões de Tecnologia (National Institute of Standards for Technology – NIST), vinculado ao Departamento de Comércio dos EUA, liderando o subgrupo “cloud carrier“. É um especialista da União Internacional de Telecomunicação (International Telecommunication Union – ITU), ajudando a definir e alinhar, em conjunto com as Nações Unidas, a computação na nuvem aos modelos de telecomunicações. É um dos líderes de conhecimento no Conselho de Padrões de Nuvem dos Clientes (Cloud Standards Customer Council) do Grupo de Gerenciamento de Objetos (Object Management Group – OMG), associado ao TM Forum e um ativo contribuidor em outras comunidades de TIC. É atualmente Diretor do Conselho de Padrões de Nuvem do Canadá (Canadian Cloud Standards Council) e da Aliança de Segurança na Nuvem – Capítulo Canadense (Cloud Security Alliance – Canadian Chapter). Steven também escreveu o capítulo “Utilizando Métricas para Gerenciar Projetos de Maneira Mais Eficiente” (Using Project Metrics to More Efficiently Manage Projects) no livro de 2002 publicado pela Addison-Wesley, “Medição de TI, Conselhos Práticos dos Especialistas” (IT Measurement – Practical Advice from the Experts). Também escreveu o capítulo “Medição de Soluções de Computação na Nuvem” (Cloud Computing Solution Measurement), publicado na primavera de 2012 pela CRC Press como parte do “Guia do IFPUG para Medição de TI e Software” (The IFPUG Guide to IT and Software Measurement). Além disso, Steve escreveu e contribuiu diretamente na elaboração de guias internacionais e canadenses de práticas e padrões de nuvem. Continua a inovar e demonstrar o valor das estruturas (frameworks) de análise funcional nesta economia global complexa, ágil e inovadora.

Steve será o apresentador da conferência.


Image result for brad clark

Dr. Brad Clark é Vice-Presidente da Software Metrics Inc. – uma empresa de consultoria baseada em Virginia, EUA. Sua área de especialização é a coleta, análise e modelagem de dados referentes a custo e prazo de software. Ele também trabalha com clientes a fim de estabelecer sua própria capacidade de estimar as atividades de planejamento e gerência. Já apoiou clientes em estudos de análise de viabilidade de custo e prazo, bem como ministrou treinamento em estimativas. O Dr. Clark recebeu seu grau de Mestre em Engenharia de Software em 1995, e o Ph.D. em Ciência de Computação em 1997, pela Universidade do Sul da Califórnia. Ele é co-autor do Modelo de Estimativa de Custos mais utilizado no mundo, o COCOMO II. Este modelo estima o esforço e duração requeridos para concluir um projeto de desenvolvimento de software. Brad é ex-piloto de um avião de caça da Marinha dos Estados Unidos, o US Navy A-6 Intruder.

Apresentação de Clark: O Projeto COCOMO III

O COCOMO é o modelo de estimativa de custos free e open source mais amplamente utilizado no mundo. Há 16 anos que o modelo COCOMO II foi atualizado e calibrado para as novas práticas da Engenharia de Software. O objetivo do projeto COCOMO III é evoluir o modelo de estimativa de custos de software COCOMO, de modo a levar em conta as práticas modernas de desenvolvimento de software, assim como considerar fontes de diversidade nas estimativas, tais como: processo, produto, propriedades (dependabilidade, alterabilidade, eficácia) e pessoas. O projeto irá: Ampliar o público utilizando COCOMO; Considerar domínios que utilizam diferentes direcionadores de tamanho (por exemplo: Pontos de Função, Requisitos, Casos de Uso, Story Points); Abordar o escopo dos projetos de software modernos; Melhorar a exatidão e o realismo das estimativas; Estimar o custo de software de modo a complementar as estimativas de custo de engenharia de sistemas obtidas com o COSYSMO;  Aumentar o valor do COCOMO na tomada de decisões; Criar uma estratégia para manter os modelos COCOMO anteriores. Os participantes serão convidados a participar do desenvolvimento do COCOMO III.


201605 dct

Dácil Castelo é Diretora da Área de Produtividade & Estimativas da LEDAmc, a empresa com o maior número de profissionais certificados pelo IFPUG na Espanha. Possui o grau de bacharel em Física pela Universidad Autonoma de Madri (Espanha), trabalhando em tecnologia da informação desde 1996. Dácil foi eleita como integrante do Board do IFPUG em 2013.  Depois de servir no Board do IFPUG como Director of Marketing and Communications, ela serve atualmente como IFPUG Director of Sizing Standards. Tem estado envolvida, durante anos, com a implementação de modelos de produtividade e estimativa para projetos de desenvolvimento de software, tanto em corporações espanholas, como multinacionais.

Apresentação de Dácil: Taxas de Software vs Preço dos Pontos de Função, Qualidade e Produtividade –  Durante os últimos três anos, a LEDAmc tem analisado o relacionamento entre as Taxas de Software (preços unitários) e o custo por Ponto de Função, utilizando seu próprio banco de dados de mais de 18.000 Projetos de Desenvolvimento de Software. Com base em uma demonstração estatística, a principal conclusão obtida foi que a pressão excessiva sobre as taxas de software destrói o conceito de taxas de software nos processos de outsourcing. O banco de dados da LEDA cresce continuamente com dados estatísticos de projetos de várias das mais importantes empresas de TI da Espanha, permitindo que a LEDAmc apresente, neste terceiro estudo (os anteriores foram apresentados no Rio de Janeiro em 2013 e em São Paulo em 2015),  o comportamento da Qualidade de Software e respectiva Produtividade em cenários reais.


cdekkersCarol Dekkers, PMP, CMC, CFPS (Fellow),  P.Eng. é uma especialista em medição de software, gerenciamento de escopo, estimativas e padrões internacionais reconhecida internacionalmente. A Sra. Dekkers é uma profissional praticante, que possui títulos tais como Certified Management Consultant (CMC), Project Management Professional (PMP), Certified Function Point Specialist (CFPS fellow) e Professional Engineer (P.Eng.)  Carol já ministrou palestras em mais de 30 países, tendo conduzido cursos de gerenciamento de projetos e workshops de medição de software desde 1992. Em novembro de 2015 foi novamente eleita para a Diretoria do IFPUG, exercendo atualmente a função de Diretora de Comunicações e Marketing. Carol é editora de projeto na ISO, para Dimensionamento Funcional de Tamanho e Benchmarking de Software (ISO/IEC JTC1 SC7), sendo ainda integrante da delegação dos EUA junto à ISO SC7 Software Engineering (desde 1994). É consultora técnica do International Software Benchmarking Standards Group (ISBSG) . Foi Presidente do International Function Point Users Group (IFPUG) em 1998-1999, Líder do PMI Metrics SIG em 2003 e integrante do PMI Leadership Institute LI’04. Carol é filiada ao American Society for Quality (ASQ) Software Division council, e track chair para o respectivo congresso anual – Software Division track. Foi, recentemente, cientista visitante para medição de software no Software Engineering Institute (SEI) da Carnegie Mellon University, assim como  apresentadora e instrutora frequente em conferências de métricas e qualidade, incluindo  IFPUG, Quality Assurance Institute (QAI) , American Society for Quality (ASQ), Applications of Software Measurement (ASM), Canadian Information Processing Society (CIPS), Applied Computer Research (Client/Server conference) e outras. O background de Carol em desenvolvimento de sistemas inclui uma década de experiência progressiva em todas as fases do ciclo de vida do desenvolvimento de sistemas (SDLC) em uma ampla faixa de metodologias e tecnologias de desenvolvimento. Sua experiência em gerenciamento de projetos envolve sistemas financeiros, jurídicos, MIS, científicos e de engenharia, nos setores público e privado. É autora de Function Points: Tools for Project Management Metrics (Cutter, 2004) e co-autora de quatro livros: Practical Project Estimation, 3rd Edition (ISBSG, 2010); Program Management Toolkit for Software & Systems Development (Talentum, 2008); The IT Measurement Compendium: Estimating and Benchmarking Success with Functional Size Measurement (Springer, 2008); and IT Measurement: Practical Advice from The Experts (IFPUG, Addison-Wesley, 2002). (Nota: Carol participará da conferência remotamente, via WebEx)

Apresentação de Carol: Não São os Pontos de Função do Seu Pai – Aplicando PF a Projetos de Desenvolvimento Ágeis/Iterativos – Uma das principais vantagens do desenvolvimento de software ágil/iterativo é a habilidade de entregar funcionalidade de software aos clientes mais rápido e com menor preço do que os métodos de desenvolvimento em cascata. Um desafio é ser capaz de demonstrar esses benefícios utilizando métricas baseadas em PF. Esta apresentação aborda algumas das principais questões na aplicação de PF a projetos ágeis, incluindo recomendações para a medição consistente, com base em uma uTIP publicada pelo IFPUG.


diana

Diana Baklizky é Vice-Presidente e Cientista-Chefe da TI Métricas em São Paulo, Brasil. É graduada em Matemática e possui MBA em Administração. Diana é CFPS (Certified Function Point Specialist), CSP (Certified SNAP Practitioner) , CCFL (COSMIC Certified – Foundation Level), e também uma Instrutora PSM (Practical Software & Systems Measurement) Qualificada. Diana é integrante do IFPUG Functional Sizing Standards Committee e também do COSMIC Measurement Practices Committee. Na qualidade de Cientista-Chefe da TI Métricas, Diana é responsável pela qualidade dos entregáveis da empresa, assim como pela descoberta, avaliação e institucionalização de novas abordagens para a medição e estimativa de software. Já apoiou diversos clientes da TI Métricas no estabelecimento de modelos de estimativa utilizando COCOMO II e outras técnicas reconhecidas.

Apresentação de Diana:  Análise de Pontos de Função Aplicada a Projetos Baseados em BPM – O objetivo desta apresentação é mostrar como usar a Análise de Pontos de Função para medir o tamanho funcional de projetos baseados em BPM – Business Process Management, de acordo com o CPM (Counting Practices Manual) versão  4.3.1.


Joe2

Joe Schofield é President Emeritus do International Function Point Users Group. Aposentou-se pelos Sandia National Laboratories como Distinguished Member da Equipe Técnica, depois de uma carreira de 31 anos. Durante doze desses trinta e um anos, serviu como Líder do SEPG de uma organização com cerca de 400 funcionários, a qual recebeu o SW-CMM® Level 3 em 2005. Prosseguiu, como o líder de migração para o CMMI® Level 4, até sua partida. Joe já atuou como facilitador para mais de 100 equipes nas áreas de especificação de software, montagem de time e planejamento organizacional, como lean six sigma black belt, utilizando business process reengineering. Desde 2010, Joe vem possibilitando que diversas organizações tenham sucesso em processos de desenvolvimento ágil, atuando como coach de equipes ágeis. É especialista ágil certificado e  Scrum Master, assim como Instrutor ativo, certificado pelo CMMI Institute para o curso Introduction to the CMMI®, Certified Software Quality Analyst, Certified Function Point Specialist e Certified Software Measurement Specialist. Joe é um palestrante frequente em fóruns de medição de software, incluindo o Software Best Practices Webinar Series. Já ministrou mais de 100 disciplinas acadêmicas desde 1990, quase sempre para graduados. Foi técnico licenciado de basquete para moças no nível mid-school por 21 semestres – os cinco últimos sem derrotas, em um total de 50 jogos. Possui mais de 80 livros, artigos, apresentações em conferências e keynotes publicados – inclusive contribuições nos livros The IFPUG Guide to IT and Software Measurement (2012), IT Measurement, Certified Function Point Specialist Exam Guide e The Economics of Software Quality.   Joe concluiu seu grau de Mestre em MIS na Universidade do Arizona em 1980. É conhecido, por “outros”, como marido, pai e avô. (Nota: Joe participará da conferência remotamente, via WebEx)

Apresentação de Joe: Ágil: Passando de Adolescente a Jovem Adulto – Em 2001, os auto-denominados pensadores do que viria a ser a Aliança Ágil reuniram-se em Snowbird, Utah, EUA. Hoje, os doze princípios subjacentes ao “Manifesto” do Desenvolvimento Ágil de Software já foram amplamente distribuídos. Em 2016, pelo menos sete organizações oferecem mais de 40 certificações ágeis e scrum. Apesar disso, consistência na utilização e medições comparáveis permanecem raros. Uma parte disto é intencional, outra parte decorre de imaturidade e uma outra parte decorre de ambas as causas. O que você esperaria de um adolescente?


Programa

Início Duração Fim Atividade
08:45 00:15 09:00 Abertura
      Mauricio Aguiar, TI Métricas / Vice-Presidente do IFPUG, Tom Cagley, DCG Software Value / Presidente do IFPUG e Steve Woodward, Cloud Perspectives / Líder de Comitê do IFPUG
       
09:00 00:45 09:45 #NoFunctionPoints? #Não!
      Tom Cagley, DCG Software Value, Presidente do IFPUG
       
09:45 00:45 10:30 Há Alguma Mágica Associada a Benchmarks de Software?
      Donald J. Reifer, Reifer Consultants
       
10:30 00:30 11:00 Intervalo
       
11:00 00:45 11:45 O Projeto COCOMO III
      Dr. Brad Clark, Software Metrics, Inc. / University of Southern California
       
11:45 01:45 13:30 Almoço por Conta do Participante
11:45 00:30 12:15 O Novo Exame CFPS/CFPP do IFPUG
      Márcio Silveira, HPE / Representante do IFPUG para o Brasil
       
13:30 00:45 14:15 Não São os Pontos de Função do Seu Pai – Aplicando PF a Projetos de Desenvolvimento Ágeis/Iterativos
      Carol Dekkers, Quality Plus Technologies / Diretora do IFPUG (apresentação remota via WebEx)
       
14:15 00:45 15:00 Taxas de Software vs Preço dos Pontos de Função, Qualidade e Produtividade
      Dácil Castelo, LEDA MC / Diretora do IFPUG
       
15:00 00:30 15:30 Intervalo
       
15:30 00:45 16:15 Ágil: Passando de Adolescente a Jovem Adulto
      Joe Schofield, ex-Presidente do IFPUG (apresentação remota via WebEx)
       
16:15 00:45 17:00 Análise de Pontos de Função Aplicada a Projetos Baseados em BPM
      Diana Baklizky, TI Métricas / Integrante do IFPUG FSSC
       
17:00 01:00 18:00 Perguntas e Respostas
      Todos os Palestrantes
       
18:00 00:15 18:15 Encerramento
      Mauricio Aguiar, TI Métricas / Vice-Presidente do IFPUG, Tom Cagley, DCG Software Value / Presidente do IFPUG e Steve Woodward, Cloud Perspectives / Líder de Comitê do IFPUG
     

Atualizações

Esta página será atualizada periodicamente até o evento. As informações aqui constantes poderão ser complementadas e/ou substituídas a qualquer tempo. No caso de qualquer mudança, os direitos de quem tiver se inscrito serão sempre respeitados. Caso o participante inscrito não concorde com alguma mudança, o valor pago será restituído, seguindo as regras do caso de cancelamento explicado abaixo.

Cancelamentos (por favor leia com atenção)

No caso de cancelamento do evento por iniciativa do participante, ou por motivo fora de nosso controle (por exemplo, impedimento por parte do instrutor) os organizadores do evento realizarão a devolução integral de quaisquer valores pagos, não cabendo nenhuma outra compensação neste caso. Os reembolsos devem ser solicitados pelo menos uma semana antes da conferência – até 10 de novembro de 2016. Não haverá devolução caso o participante compareça ao evento. A inscrição implica necessariamente na aceitação destas condições.


Evento Realizado por:

timetricas

Anúncios